A Flora

 

Falar na flora alentejana é falar no sobreiro. Como a generalidade das árvores, o sobreiro produz oxigénio e retém dióxido de carbono - gás que é um dos principais responsáveis pelo efeito de estufa e consequente aquecimento global. O sobreiro é por isso duplamente benéfico para o ambiente. A sua cortiça é retirada cuidadosamente, à mão, de nove em nove anos. Com características únicas, é uma matéria-prima natural, 

 

renovável, reutilizável e reciclável. Para além do sobreiro, a azinheira e a oliveira são as árvores mais comuns na floresta alentejana e constituem um ecossistema muito próprio e de delicado equilíbrio, responsável por grande parte da biodiversidade de fauna e flora da região. Desenvolvendo-se em perfeita harmonia com as outras espécies animais e vegetais, a floresta do Alentejo é ao mesmo tempo geradora de riqueza e de bem-estar ambiental e humano.

Partilhar